Ir para conteúdo
Noticias
Sem resultados a apresentar
Miragem na Fonte da Silveira Miragem na Fonte da Silveira
O Município das Lajes do Pico vem convidar à participação na sessão da Miragem que se realizará na próxima terça-feira, dia 6 de setembro, pelas 21H30, na zona da mata da Fonte, lugar da Silveira. Esta noite da mostra conta com exibições dos filmes "A casa, a verdadeira e a seguinte, ainda está por fazer", de Sílvia das Fadas; "Qué es para usted la poesía?", de Cecilia Vicuña; e "Ty Ty - Memórias de Beija Flor", de Denilson Baniwa. A participação nestas atividades é gratuita e livre de inscrição e convidamos todos os munícipes a juntarem-se nesta mostra de arte cinemática, com a tela instalada nas paisagens naturais da nossa ilha.
2 setembro, 2022
Oficina Criativa "Todas as Células da Terra e do Corpo Vibram" Oficina Criativa "Todas as Células da Terra e do Corpo Vibram"
Na oficina criativa “Todas as células da terra e do corpo vibram”, a acontecer entre 3 e 7 de setembro, a proposta passa por explorar e capturar a paisagem sonora da ilha do Pico. Esta oficina permite aprender técnicas de gravação sonora e ficar familiarizado com a projeção de imagem em película de 16mm. A oficina será pensada e orientada por Helena Girón e Samuel M. Delgado, é de participação gratuita e não exige conhecimento prévio sobre as matérias a explorar. As sessões de trabalho acontecem entre as 14:30 e as 17:30, tendo como ponto de encontro o Museu dos Baleeiros e com passagem por outros locais da ilha do Pico para fazer as gravações de campo. A atividade tem um limite de 12 participantes e para fazer inscrição pedimos que seja enviado um e-mail para miragemfilm@gmail.com com uma breve nota de apresentação e contato telefónico. O resultado final desta oficina será apresentado de forma coletiva no dia 7 de setembro, no contexto da programação da Miragem. Para mais informações sobre esta oficina e o restante programa da Miragem - arte cinemática na paisagem visitem miragemfilm.com
2 setembro, 2022
Orquestra de Sopros do Município das Lajes do Pico Orquestra de Sopros do Município das Lajes do Pico
A Orquestra de Sopros do Município das Lajes do Pico surgiu com o I Estágio de Orquestra de Sopros e Percussão das Lajes do Pico, sendo este o primeiro evento do género na história das filarmónicas do concelho e aberto a todos os jovens músicos do município, quer os das escolas de música quer os que já tocavam nas bandas. Hoje, a Orquestra está reunida para ensaiar o seu repertório para a Semana dos Baleeiros e acompanhar a artista de renome nacional e internacional Rita Guerra, que atuará no dia 28 de agosto, Domingo de Lourdes. A Orquestra de Sopros do Município das Lajes do Pico prima pela excelência dos seus músicos e maestros e pela boa disposição e companheirismo que a todos proporciona.
22 agosto, 2022
A Cantadeira encerra Primeira Temporada de “Música no Forte” A Cantadeira encerra Primeira Temporada de “Música no Forte”
A primeira temporada de “Música no Forte” terminou ontem, dia 21 de agosto, com “A Cantadeira”, interpretada na voz de Joana Negrão. Uma parceria entre a Câmara Municipal das Lajes do Pico e a MiratecArts, “Música no Forte” marcou o regresso da música ao Forte de Santa Catarina aos domingos dos meses de julho e agosto, ao pôr-do-sol, e atraiu à vila baleeira dezenas de pessoas vindas de todos os pontos da ilha. “Uma criação de sinergias entre duas instituições que pretendem fomentar o desenvolvimento cultural, recreativo, artístico e social do nosso concelho'', conforme destacou a Presidente do Município Lajense, Ana Brum. A Câmara Municipal das Lajes do Pico agradece a todos os que colaboraram na organização e que foram imprescindíveis para a realização da primeira temporada de “Música no Forte”.
22 agosto, 2022
“A Cantadeira” encerra a temporada “Música no Forte” nas Lajes do Pico “A Cantadeira” encerra a temporada “Música no Forte” nas Lajes do Pico
A primeira temporada "Música no Forte", com oito concertos de músicas do mundo, chega assim ao seu momento final. Desde o início de julho, ao pôr-do-sol de domingos, músicos regionais, nacionais e internacionais subiram ao palco do recentemente renovado Forte de Santa Catarina, na vila das Lajes do Pico. Domingo, dia 21 de agosto, a parceria entre a Câmara Municipal das Lajes do Pico e a Associação MiratecArts encerra com um projeto musical que nasceu no início da pandemia e se estreia agora nos Açores, depois de dezenas de concertos pela Europa: “A Cantadeira”. “A Cantadeira” é Mulher, Mãe, Cantora, Gaiteira, Adufeira, que digita melodias, ruídos cadenciados, murmúrios e aboios vagos. Canta a identidade numa tapeçaria de vozes, como linhas que se entrelaçam umas nas outras. “A Cantadeira” procura inspiração nas mulheres de antigamente e nas de hoje, nas nossas mães, tias e avós que com as suas vozes nos embalaram, acolheram, criaram e nos deixaram o seu legado feminino forte e emotivo. “A Cantadeira” é Joana Negrão, com um percurso musical ligado à música de tradição oral portuguesa, desde os Dazkarieh até aos Seiva, atualmente. Apresenta-se a solo num espetáculo em que a voz é o fio condutor para paisagens sonoras ancestrais e atuais. Recorrendo à gravação constante de camadas de vozes sobrepostas gravadas ao vivo e em tempo real, “A Cantadeira” tem Voz(es) de Mulher. Assim sendo, convidamo-lo a juntar-se a nós no local histórico e emblemático da vila baleeira, o Forte de Santa Catarina, para encerrar este que foi um dos mais ambicionados projetos culturais artísticos do verão, “Música no Forte”.
16 agosto, 2022
Bruno Costa e Ni Ferreirinha enchem Auditório Municipal das Lajes do Pico Bruno Costa e Ni Ferreirinha enchem Auditório Municipal das Lajes do Pico
A temporada "Música no Forte" apresentou dois grandes músicos portugueses do mundo dos cordofones no passado domingo, dia 14 de agosto. Bruno Costa, na guitarra portuguesa de Coimbra, e Ni Ferreirinha, na guitarra clássica, trouxeram-nos os sons de Portugal, desde a música tradicional a originais. Devido às condições meteorológicas adversas, o concerto decorreu no Auditório Municipal das Lajes do Pico e contou com a presença de, aproximadamente, cem pessoas.
16 agosto, 2022
Bruno Costa e Ni Ferreirinha trazem os Sons de Portugal à "Musica no Forte" Bruno Costa e Ni Ferreirinha trazem os Sons de Portugal à "Musica no Forte"
No próximo dia 14 de agosto, “Música no Forte” traz-nos os sons de Portugal. Desde a música tradicional a originais de Bruno Costa, na guitarra portuguesa de Coimbra, acompanhado pela guitarra clássica de Ni Ferreirinha.   Bruno Costa Iniciou a aprendizagem de guitarra portuguesa aos 12 anos e participa regularmente em espetáculos nacionais e estrangeiros, tendo atuado com Vitorino, Rão Kyao, Paulo Bragança, Wanda Stewart, entre outros, além de acompanhar os melhores intérpretes da atualidade do fado de Coimbra. Foi elemento de vários grupos, tendo participado em gravações de inúmeros CD 's. Em 2008 lançou o grupo CORDIS, com a sua guitarra portuguesa em estilo de Coimbra e o piano de Paulo Figueiredo, onde percorrem o mundo, depois de produzir 3 CD ́s e um DVD Concerto.   Ni Ferreirinha nasceu em Díli, Timor. Iniciou os estudos musicais de guitarra clássica aos 11 anos, tendo frequentado mais tarde aulas de piano e guitarra no Conservatório de Coimbra. Em 1985, iniciou-se com o grupo Raízes de Coimbra, com o qual colaborou durante quase duas décadas. Incorporou o grupo Romance, que resultou na gravação de um CD e um DVD ao vivo de um espetáculo para “Coimbra 2003 Capital da Cultura”. Fez espetáculos um pouco por todo o mundo e tem tido o privilégio de tocar com quase todos os guitarristas e cantores de Coimbra.   No domingo, 14 de agosto, às 19h30, Bruno Costa e Ni Ferreirinha sobem ao palco da temporada "Música no Forte", um projeto MiratecArts em parceria com a Câmara Municipal das Lajes do Pico. A entrada é livre. www.miratecarts.com
10 agosto, 2022
Ernesto e Guilherme Rodrigues  trazem Improvisação Musical às Lajes do Pico Ernesto e Guilherme Rodrigues trazem Improvisação Musical às Lajes do Pico
Devido às condições meteorológicas adversas que se fizeram sentir no dia de ontem, 7 de agosto, “Música no Forte” não se realizou no Forte de Santa Catarina, “berço” deste festival, mas sim no Auditório Municipal das Lajes do Pico.   Vindos da ilha Terceira, Ernesto e Guilherme Rodrigues trouxeram a improvisação e contemporaneidade através da viola de arco e violoncelo num final de tarde chuvoso, mas que atraiu um público interessado em presenciar a diversidade musical ao Auditório Municipal.
8 agosto, 2022
“Música no Forte” atrai Novos Públicos à Vila das Lajes do Pico “Música no Forte” atrai Novos Públicos à Vila das Lajes do Pico
A vila das Lajes do Pico, ao final de tarde dos domingos, tem sido anfitriã da "Música no Forte", um programa da MiratecArts. Músicas do mundo com talentos regionais, nacionais e internacionais têm atraído não só residentes do concelho, como também de outras localidades e visitantes à ilha montanha. "Este programa tem provado que há audiências para tudo'', admite o diretor artístico, Terry Costa. "Mesmo durante grandes festas populares, o Forte de Santa Catarina tem acolhido públicos que muitos agentes culturais apenas sonham. Várias gerações das nossas gentes, com uma boa percentagem entre residentes, não só da vila, como do resto da ilha, e ainda turistas têm aderido à música ao pôr-do-sol, neste local idílico e histórico da vila baleeira." "Entre projetos musicais mais batidos, temos vindo a experimentar a apresentação de outros sons, que raramente se encontram nas nossas ilhas. Esta é uma forma de educar através da arte, e fico muito contente de ver o público a aderir," conclui Terry Costa. A temporada "Música no Forte" continua domingo, às 19h30, no Forte de Santa Catarina, nas Lajes do Pico, com um projeto de improvisação à contemporânea. Dois dos músicos do panorama nacional, e que fazem ondas até à Alemanha, mais conhecidos pela improvisação e contemporaneidade - Ernesto Rodrigues e Guilherme Rodrigues sobem ao palco de "Música no Forte", no dia 7 de agosto. O dueto pai e filho, com a Viola d´Arco e o Violoncelo, exploram as possibilidades e capacidades dos seus instrumentos de uma maneira única, utilizando técnicas nunca dantes vistas na ilha do Pico. Com influências da música clássica e do jazz, levam as audiências por uma viagem pelos confins do universo musical, compondo em tempo real. Uma experiência a não perder para os amantes de música. Para mais programação de verão visite miratecarts.com e siga MiratecArts nas redes sociais. "Música no Forte" é um projeto em parceria com a Câmara Municipal das Lajes do Pico no renovado Forte de Santa Catarina.
5 agosto, 2022
 Noites de Verão nas Lajes do Pico com Cinema Português, Curtas e Grandes Clássicos Noites de Verão nas Lajes do Pico com Cinema Português, Curtas e Grandes Clássicos
Arrancou ontem, dia 3 de agosto, no Jardim da Baleia, nas Lajes do Pico, o LAVADIAS - festival de cinema ao ar livre. Com uma grande audiência, respeitosa à sétima arte, e deslumbrada pelas histórias no grande ecrã, a vila baleeira deu assim o pontapé de saída a um novo projeto em que o público já fala de futuras edições.   As obras "O Mar Errante", das americanas Robin Bisio e Kaita Mrazek, "A Ver o Mar", de Ana Oliveira, André Puertas e Sara Santos, e a longa metragem, "Mar", de Margarida Gil, preencheram a primeira noite de programa, que continua na quinta-feira com uma noite dedicada a toda a família com "A Evolução do Oceano", pelo espanhol Rafael Fernandez Caballero, e dois filmes de animação, a curta da cabo-verdiana Alessandra Margarida Spencer Anes, "No Coração do Mar", e a longa metragem de Gints Zibalodis, "Away - A Viagem", repleta de visuais impressionantes conseguidos a solo pelo artista da Letónia.   O festival encerra na sexta-feira, 5 de agosto, com a curta do croata Tonci Bakotin, "m.ocean", e a grande aventura portuguesa por Artur Ribeiro, "Terra Nova".
4 agosto, 2022
João da Ilha Apresenta “Som das Esferas” no “Música” no “Forte” João da Ilha Apresenta “Som das Esferas” no “Música” no “Forte”
Em mais um domingo com um final de tarde soalheiro, o Forte de Santa Catarina compôs-se a preceito para receber João da Ilha, cantautor vindo da ilha Terceira de renome no panorama musical açoriano, que nos apresentou “Som das Esferas”, ontem, dia 31 de julho. Acompanhado por Evandro Meneses na viola da terra, cavaquinho e percussões, João da Ilha explora temas instrumentais e afinações alternativas na guitarra, tendo por base a prática de meditação e equilíbrio bioenergético do ser humano como um todo: corpo, mente e alma.
1 agosto, 2022
Voltar
Anterior
Seguinte
Partilhar