Documentos Online
Regulamentos Em Discussão Pública
PRORURAL+
Açores 2020
EcoTur

Novos Trabalhadores Para Melhor Servir

Categoria: Comunicações Oficiais
Publicado em terça, 22 janeiro 2019, 13:50
Atualizado em terça, 22 janeiro 2019, 13:50

Novos Trabalhadores Para Melhor ServirO Município das Lajes do Pico integrou em 2018 no seu quadro de pessoal mais 28 pessoas, provenientes de todas as freguesias do Município, na sua maioria jovens, mas também pessoas mais velhas, de acordo com o mérito de cada trabalhador e em resposta às necessidades da Câmara Municipal que, contrariamente à ideia de alguns cidadãos, vai desde o Parque Florestal de São João até ao alto da Terra Alta.

O grupo dos 28 trabalhadores correspondem a 10% dos 280 trabalhadores que foram contratados pela Câmara Municipal no âmbito dos programas de empregabilidade do Governo Regional dos Açores e que, por terem um contrato precário com a Câmara, reuniam condições para concorrerem ao abrigo do programa de regularização extraordinária dos vínculos precários na administração pública local. Claro que ter-se-ia procedido à contratação de mais pessoas se, do ponto de vista financeiro, tal fosse possível, desculpando-se aqueles que não ficaram satisfeitos por não terem sido seleccionados nestes concursos e ao mesmo tempo pedindo a compreensão de todos para a impossibilidade de contratar, para já, mais pessoas.

Paralelamente a esta extraordinária entrada de novos trabalhadores no quadro de pessoal da Câmara Municipal,  prosseguimos a política de contratação de pessoas inscritas no Centro de Emprego, em especial as que apresentam maiores dificuldades financeiras, que, no seu conjunto, alcançaram, nos últimos anos, o impressionante número de aproximadamente 300 pessoas, devendo referir-se, em nome da verdade, que tal só foi possível devido aos programas de empregabilidade do Governo Regional dos Açores liderado pelo Presidente Vasco Cordeiro, que permitiram que a Câmara contratasse, em 2015 e 2016, todas as pessoas que se encontravam inscritas no Centro de Emprego, considerando e respeitando todas as pessoas por igual, as quais reuniam condições para serem contratadas, possibilitando, assim, que cada pessoa ganhasse um novo ânimo e uma nova esperança na sua vida e na vida da sua família, que passasse a ganhar, com o seu trabalho, empenho e dedicação, uma remuneração digna, que pudesse dar um valioso contributo à sua comunidade, à sua freguesia e ao nosso concelho, que transitassem, muitas delas, para outros serviços públicos e empresas.

Convém notar que a decisão de retirar 28 pessoas do emprego precário foi reprovada pelo Movimento Podemos Mais e por outros partidos políticos que simplesmente abandonaram o concelho das Lajes do Pico, de resto  partidos que nem sequer concorreram nas eleições autárquicas de 2017, motivado por objetivos pessoais mais cómodos, de quem se preocupa muito mais consigo próprio do que com os outros, salientando-se, por outro lado, que esta decisão cumpriu a primeira prioridade proposta pelo Partido Socialista nas eleições autárquicas de 2017, aprovada pelo Povo, que é a criação de emprego, parecendo que alguns cidadãos políticos ainda não tomaram conhecimento dos resultados das eleições autárquicas de 2017, em que o PS obteve a confiança do Povo nas seis juntas de freguesia, na assembleia municipal e na câmara municipal, sendo evidente que as 28 pessoas agora contratadas definitivamente pela câmara municipal, não teriam sido contratadas por esses movimentos de cidadãos que se autoproclamam de “mais” quando o que assistimos no dia a dia tem muito pouco de coração, ou seja, em rigor, com esses movimentos “mais”, todas as pessoas contratadas pela câmara municipal continuariam desempregadas. “Mais” teria sido “menos”, muito “menos”.

Mas, ter mais trabalhadores na Câmara Municipal significa maior exigência e responsabilidade, maior disponibilidade e dedicação, maior humildade e determinação, do Presidente da Câmara, dos Vereadores com pelouros, da equipa de apoio ao executivo camarário e de todos os 110 trabalhadores da Câmara Municipal que têm, todos, a enorme responsabilidade de cumprir aquela que é a missão da Câmara Municipal das Lajes do Pico: servir todos os Munícipes e servir todo o concelho com vista a melhorar a qualidade de vida de cada pessoa que escolheu viver no concelho das Lajes do Pico, Capital da Cultura da Baleia dos Açores.

Ter mais pessoas a trabalhar na Câmara Municipal significa também renovar o compromisso com cada Munícipe em fazer, ainda melhor, as funções a cargo da Câmara Municipal das Lajes do Pico, nas suas múltiplas intervenções, ações, atividades e obras, no reforço da solidariedade e apoio disponibilizados aos idosos, adultos e jovens, em especial às pessoas que mais precisam de auxílio, na habitação, nas ajudas a todas as colectividades, associações e instituições concelhias, na limpeza e asseio das nossas seis freguesias, na organização de eventos promovidos pela própria câmara, na disponibilização de serviços de proximidade em cooperação com as Juntas de Freguesia, na requalificação dos espaços públicos, na conservação do património edificado, na recolha de lixo, no abastecimento de água, no ordenamento do território, na educação, nas boas práticas de saúde, desporto e bem-estar, na defesa intransigente e audaz das obras que é fundamental concretizar no curto prazo, mas também no longo prazo, como uma nova longitudinal entre a Ponta da Ilha e a Madalena  (ideia apresentada no último Conselho de Ilha), um novo centro de saúde e um parque de exposições no Matos Souto, na implementação de boas práticas ambientais, mas sem entrar em resoluções obsessivas porque as pessoas nunca serão menos importantes que o ambiente, na promoção do ecoturismo, no apoio aos empresários, nos diversos sectores de atividade, que não podem ser empurrados para fora da nossa terra por obsessões estranhas, como acontece no uso do território, nos lacticínios, na agricultura e nas pescas, na consolidação da promoção da cultura, com especial ênfase para a música, na preservação das tradições e da identidade em cada uma das nossas seis freguesias, em que todos são chamados a participar.

Neste caminho difícil, juntos conseguiremos contrariar o despovoamento, estimular a dinamização do emprego e acreditar uma terra que prosseguirá a luta por promover a sua atratividade com fé e com paixão.

Bem-vindos à Câmara Municipal das Lajes do Pico. Vamos ao trabalho!

O Presidente da Câmara Municipal
Roberto Silva

IMG_1734
IMG_1745
IMG_1753
IMG_1758
IMG_1763
IMG_1771
IMG_1777
IMG_1788
IMG_1795
IMG_1805
IMG_1807
IMG_1825
01/12 
start stop bwd fwd

Get a better hosting deal with a hostgator coupon or play poker on party poker
Câmara Municipal das Lajes do Pico, Rua de São Francisco, Convento de São Francisco, 9930-135 - Lajes do Pico. Telefone: 292 679 700 Telemóvel: 91 090 31 89